Condições florístico-estruturais tipificadas como “estágio sucessional” de um fragmento ao longo do tempo após eventos de degradação intensa