Plantas Em Extinção: Conheça as Principais no Brasil

Plantas Em Extinção: Conheça as Principais no Brasil

Devido ao desmatamento e à conversão de áreas naturais em cidades e/ou áreas para uso agropecuário, há um componente muito importante da biota que se encontra em processo, colocando mais itens na lista de plantas em extinção.

Ao longo da história do planeta Terra, houveram períodos específicos reconhecidos pela comunidade científica em que ocorreram processos de “extinção em massa”. Nestas ocasiões, ocorreram eventos catastróficos ou até mesmo a modificação da temperatura da Terra, que culminaram em alterações drásticas nas condições de vida do Planeta.

A extinção dos Dinossauros, por exemplo, se deu em um período específico de “extinção em massa”. Atualmente, no entanto, vivemos uma condição peculiar.

Uma espécie apenas (no caso, a “espécie” humana!) têm provocado, por si só, alterações na qualidade de vida dos animais e das plantas que têm gerado modificações drásticas em relação à área disponível para a vida da biota, além de alterações irreversíveis nas condições de vida, através do aumento da temperatura da Terra. As consequências, por exemplo do Aquecimento Global ainda são estudadas pelos pesquisadores.

Esse processo de alteração da paisagem pode levar muitas plantas e animais à extinção!

Ou seja, muitas espécies estão sob forte ameaça de desaparecerem por completo do nosso planeta.

A “Lista Vermelha” elaborada por inúmeras instituições com participação de agentes públicos e privados soma 1.974 plantas em extinção no território nacional (1.772 são endêmicas do Brasil, ou seja, só ocorrem no território nacional, e 202 não são endêmicas).

Um dos exemplos de plantas é o Pau-Brasil (Paubrasilia echinata). Esta planta é explorada desde a época em que o nosso país era uma colônia. Com isso, é raro encontrar um exemplar dessa espécie em seu ambiente natural, que é o Corredor Central da Mata Atlântica (Centro-sul do Rio de Janeiro ao Sul da Bahia).

Assim, é fundamental que você saiba que a existência de plantas em extinção apresenta um grande risco para a humanidade. A biodiversidade é um dos maiores patrimônios da humanidade. Dela, extraímos uma série de produtos que a própria indústria se beneficia. Portanto, proteger a biodiversidade precisa ser encarado também sob o ponto de vista ECONÔMICO!

Logo, o ideal é que passemos a conhecer as espécies de plantas em extinção, a fim de contribuir para que elas sejam incluídas em programas de conservação. Nesse artigo, você aprende tudo sobre plantas em extinção, quais são as categorias de ameaça e quais são as principais espécies de árvores e flores que estão ameaçadas no Brasil.

Boa leitura!

Os Três Estados de Conservação

Existem três estados de conservação que são definidos pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). Assim, estes são capazes de indicar o nível de ameaçabilidade da espécie em extinção.

Tais estados de conservação são divididos em:

  1. Vulnerável;
  2. Rara;
  3. Em perigo.

Todos os dias, cada vez mais espécies acabam saindo do estágio de vulnerável e entrando no estado de rara ou em perigo. Há muitos pesquisadores que trabalham diariamente através da coleta de dados em campo e elaboração de modelagem de distribuição geográfica das espécies para avaliar o risco da espécie em se tornar ameaçada de extinção.

Por conta disso, é essencial que você saiba como ajudar a evitar que elas virem plantas em extinção. O poder da sociedade organizada é vital para que consigamos impedir que muitas espécies se tornam ameaçadas ou de vulnerável, evoluem para o estado “em perigo”.

Como você pode ajudar a evitar a extinção da flora brasileira?

Muitas pessoas acham que ajudar as plantas em extinção é uma tarefa quase impossível de ser realizada. Porém, existem algumas ações que você pode colocar em prática e ajudar na preservação dessas espécies. A maior parte dessas ações passam pela conscientização da população perante a esse problema.

Um dos grandes motivos da extinção da flora é a confecção de móveis. Assim, você pode optar por peças feitas de madeira reutilizada, por exemplo. Outra opção é conferir a certificação do móvel em questão no momento da compra. Adquira apenas produtos certificados. Assim, você saberá que o produto não adveio do mercado ilegal.

Você também pode realizar o plantio de mudas priorizando plantas em extinção no seu quintal, chácara ou demais espaço aberto. Prefeituras de muitas cidades disponibilizam esse tipo de muda, a fim de melhorar a preservação ambiental.

Assim, fica mais fácil começar esse trabalho. Você pode fazer o seu papel e requisitar do viveirista mudas de espécies rara e/ou ameaçadas de extinção! Assim, ele poderá lhe sugerir aquelas espécies mais interessantes para que plante e cultive.

Mas antes do plantio, você precisa conhecer as condições que a muda precisa para crescer e se desenvolver. Isso será tema de um próximo post!

Principais plantas em extinção do Brasil

ipe

Caixeta

É uma árvore típica de áreas alagadas de restinga do litoral brasileiro. O nome científico é Tabebuia cassinoides. Trata-se de uma espécie do grupo dos Ipês (Família Bignoniaceae), um grupo com elevado valor ornamental e de potencial econômico.

Castanha-do-Pará

castanheira do pará

Essa espécie presente na lista de plantas em extinção do Brasil é originária da Amazônia. O seu nome científico é Bertholletia excelsa. Trata-se de uma das árvores mais lindas e de grande porte do Domínio Amazônico.

Imbuia

O termo Imbuia é de origem Tupi, pertencendo à espécie Ocotea porosa. Ela é uma planta com bastante flores e folhas pequenas, tendo como característica um tronco grosso. Tem ramo com odor de safrol e é típica da região Sul do Brasil.

Gravatá, Bromélia ou Monjola

bromelia

A espécie Aechmea blumenavii é típica do estado de Santa Catarina. Sua flor atrai diversos polinizadores, principalmente, os beija-flores.

Sua flor vermelha com o centro branco é muito usada em projetos de decoração, bem como a Bromélia é comumente encontrada em projetos paisagísticos de praças e jardins.

Sua reprodução depende de agentes polinizadores específicos. Porém, por conta da devastação do meio ambiente, esse processo tem sido bastante prejudicado.

Muito cuidado ao adquirir bromélias em lojas de jardinagem! Certifique-se de que a planta que você está adquirindo não foi extraída da Floresta, mas sim reproduzida em viveiro.

Garapeira

Uma das espécies mais visadas da indústria de movelaria e serraria é a Garapeira. Uma madeira de ótima durabilidade e resistência, além de bonita e fácil de trabalho. O nome científico da espécie é Apuleia leiocarpa. Trata-se de uma espécie que ocorre amplamente no território nacional, principalmente na Amazônia e na Mata Atlântica.

Devido à sua exploração, ela é rara e em muitas regiões já desapareceu. É muito difícil encontrar essa árvore no campo!

Cattléia

Cattleya dormaniana

A espécie Cattleya dormaniana também é uma planta em extinção. Trata-se de uma orquídea com flores rosas, as quais permanecem maduras e abertas durante três semanas.

Ela pode ser encontrada na Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro. Porém, por conta da degradação ambiental e da coleta predatória, sua ocorrência na região é cada vez mais rara!

Portanto, assim como para as bromélias, cuidado ao adquirir orquídeas! Certifique-se de que a planta que você estiver adquirindo não foi extraída da natureza, mas sim reproduzida em viveiro.

Mogno

O nome científico da espécie é Swietenia macrophylla. Trata-se de uma espécie nativa da Amazônia, de crescimento lento e incluída na Família Meliaceae. O Mogno é muito utilizado na fabricação de móveis. Isso acontece por conta da facilidade em seu manuseio.

Pau-Brasil

pau-brasil

O Pau-Brasil é uma árvore muito conhecida em território nacional. Seu nome científico é Paubrasilia echinata.

Seu nome original é Ibirapitanga, que significa madeira vermelha. Esse nome se deu por conta do tom de seu tronco. Tal tonalidade vermelha tem origem na resina avermelhada que está presente na composição da madeira.

Sua fama é proveniente, principalmente, do momento em que ela foi declarada árvore natural do brasil em 1978.

Essa espécie presente na lista das plantas em extinção foi muito explorada pelo portugueses no período colonial. Com o passar do tempo e a intensificação da exploração, o Pau-Brasil quase não existe mais, com exceção de algumas mudas.

Você já conhecia essas plantas em extinção no Brasil? Conta pra gente a sua experiência aqui nos comentários. Também não deixe de compartilhar esse artigo com os seus amigos!

Quer aprender a Identificar plantas no campo? Conheça os cursos PRESENCIAIS e ONLINE oferecidos pela Brasil Bioma em www.brasilbioma.com.br

Quer mais conteúdo? Curta e compartilhe!

Share