5 formas de ganhar dinheiro preservando a natureza

ganhar dinheiro preservando a natureza

O Brasil possui hoje uma sociedade dividida do ponto de vista político e social, o que dificuldade o debate sobre formas de ganhar dinheiro preservando a natureza.

Há vários assuntos que dividem a população em dois lados claramente antagônicos. De um lado, uma esquerda com viés mais progressista e do outro uma direita mais conservadora. Temas econômicos, de costumes e ambientais têm comumente gerado intensos debates nas redes sociais deixando claro essa cisão. Esse post propõe um debate sobre o último tema citado, o do Meio Ambiente. Trarei conteúdos técnicos sobre o assunto.

Durante muito tempo, defendeu-se a ideia de que a preservação do Meio Ambiente deveria ser conduzida sob o princípio da intocabilidade dos recursos. Nessa perspectiva, os recursos naturais deveriam ser preservados sem a possibilidade de exploração. Muitos defensores dessa prática ficaram conhecidos como “ecochatos”.

Seguiu-se, então, ao longo da segunda metade do século XX uma discussão sobre preservação e conservação dos recursos naturais dentre os estudiosos da área. Todo esse debate culminou em legislações que desenvolveram a ideia de que a base do desenvolvimento sustentável passaria não só na preservação dos recursos, como também no uso sustentável dos mesmos. Porém, é possível ganhar dinheiro preservando a natureza.

A Lei nº 9.985 de 18 de Julho de 2000 que instituiu o SNUC, Sistema Nacional de Unidades de Conservação, dividiu as Unidades de Conservação (UCs) em duas classes: a de proteção integral e a de uso sustentável. Esse lei reflete toda essa discussão em relação à necessidade de integrar a conservação com a produção, principalmente no meio rural.

Como está essa situação nos dias atuais?

Hoje, tem-se buscado integrar cada vez mais a conservação com a produção. O modelo de se tentar distanciar esse dois pontos se encontra falido. Além disso, uma série de iniciativas em prol do estímulo da valoração dos Serviços Ambientais têm sido testadas e aprovadas. Falta mesmo é uma boa divulgação em relação isso, sendo esse o maior objetivo desse post!

Esse tema em específico ainda é muito pouco debatido nas redes sociais. Quando presente, encontra-se numa “redoma” ideológica que em nada contribui ao debate. Assim, trazer argumentos técnicos ao debate sobre como ganhar dinheiro preservando a natureza é uma forma clara de unir os diferentes lados.

Diferente do que muitas pessoas pensam, é possível gerar recursos preservando a o meio ambiente. Apesar de não haver muita consciência ambiental atualmente, principalmente no meio rural, existem maneiras de proteger e recuperar ecossistemas, lucrando com essas ações.

Sistemas Agroflorestais (SAFs)

Os Sistemas Agroflorestais (SAFs) são um primeiro exemplo de iniciativa que pode aliar a conservação com produção no meio rural. Há uma série de iniciativas na área realizadas pelo IPÊ, Instituto de Pesquisas Ecológicas, por exemplo, na região do Pontal do Paranapanema.

Assim, uma agrofloresta representa um local com a presença de cobertura arbórea, servindo de abrigo à fauna, assim como permitindo a produção de frutas, hortaliças e grãos.

No contexto da pequena e média propriedade rural, trata-se de um modelo muito bem concebido de interação entre economia e conservação.

Dessa forma, através de uma produção diversificada, é possível obter rendimentos ao longo de todo o ano. Com isso, atinge-se ótimos níveis de produtividade sem deixar de proteger o solo e estimular o aumento da cobertura vegetal na região.

Essa é apenas uma forma de obter renda no campo, sem desconsiderar a preservação dos serviços ambientais. Há muitas outras e que muitas delas certamente você nem sabe. Por isso, preparamos um artigo completo para você conhecer outras cinco formas de ganhar dinheiro preservando a natureza.

A iniciativa de produzir esse artigo surgiu a partir da vinculação de um vídeo em nosso canal sobre Restauração produtiva e que obteve um retorno positivo interessante.

No vídeo, mostramos uma área em que nós, através de nossa empresa de consultoria (a Geonoma Florestal), está transformando uma área aberta e degradada num pomar de frutíferas nativas. Seu proprietário pretende fazer uso econômico do local no futuro.

Assista ao vídeo e entenda como ganhar dinheiro preservando a natureza!

Se você gostar desse artigo, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais. A boa informação pode contribuir ao debate e, assim, gerar benefícios a todos(as)!

Boa leitura!

5 formas de ganhar dinheiro preservando a natureza

Então, confira quais são as 5 principais formas de ganhar dinheiro preservando a natureza:

1- Pagamento por Serviços Ambientais (PSA)

Pagamento por Serviços Ambientais (PSA)

O Pagamento por Serviços Ambientais é uma forma de ganhar dinheiro preservando a natureza. Ele é capaz de minimizar as falhas de gestão que não leva em consideração o valor de um determinado serviço ecossistêmico.

Dessa forma, os usuários ou beneficiários de tal serviço precisam remunerar seus provedores. Aqui, se usa o princípio do “provedor-recebedor” para as devidas atribuições.

Um exemplo é a questão da água. Todos precisam de água (recebedores do recurso) e uma das formas de proteger esse recurso é manter o entorno das nascentes de propriedades privadas (provedores) conservadas. Então, nesse raciocínio, o provedor receberia um valor por conservar as suas nascentes.

O Estado de São Paulo possui uma política de concessão de benefícios através do PSA.

Em áreas de proteção de mananciais para abastecimento público, o programa tem recebido uma série de iniciativas para a sua implementação. Tanto através da conservação de remanescentes já existentes, como também no incentivo e pagamento aos provedores de plantios de restauração ecológica realizados em áreas de recarga de aquíferos e lençóis freáticos.

Para que o PSA seja expandido, é muito importante que as pessoas conheçam tal iniciativa. Assim, elas compreendem bem a noção de serviço ecossistêmico, um recurso natural disponibilizado para a sociedade.

Dessa forma, o PSA é utilizado como ferramenta protetiva e de recuperação da biodiversidade e de recursos hídricos. Com isso, também há a redução das mudanças climáticas através de uma menor emissão de carbono, por exemplo. Os benefícios, portanto, são locais, regionais e, porque não dizer, globais!

O Congresso Nacional está discutindo a implementação de uma Política Nacional de PSAs. Então, saiba mais sobre como ganhar dinheiro preservando a natureza no vídeo publicado em nosso canal do YouTube!

2- Restauração produtiva

Restauração produtiva ganhar dinheiro preservando a natureza

A restauração produtiva pode ser realizada em dois ambientes distintos dentro de uma propriedade: na Área de Preservação Permanente (APP) e na Reserva Legal (RL).

Tanto a APP como a RL possuem funções e usos distintos. Na APP o uso é mais restritivo, ao contrário do que acontece na RL. O novo Código Florestal (Lei nº 12.651) instituiu a possibilidade do aproveitamento econômico de Reservas Legais, desde que para atividades de baixo impacto. Trata-se, então, de uma outra excelente oportunidade para se ganhar dinheiro preservando a natureza e seguindo a legislação ambiental.

Mesmo considerando o uso distinto na ocupação de APPs e RLs, em ambas, preconiza um princípio fundamental que é a conservação ambiental.

A Reserva Legal é uma área especial para o uso sustentável da biodiversidade. Por exemplo, em um bioma florestal, como a Mata Atlântica, é possível plantar espécies nativas madeireiras e frutíferas juntamente com espécies exóticas. Assim, você consegue fazer uso da madeira e das frutas, além de vender sementes.

Em contrapartida, a APP é um pouco mais restrita, já que possui uma função de proteção de um recurso específico e tão importante, a água. Dessa maneira, para utilizá-la com vistas a obtenção de recurso, é preciso realizar ações de baixo impacto que não descaracterizem a vegetação.

Nesse sentido, você pode explorar espécies nativas, frutíferas, produtoras de semente e SAFs, por exemplo.

No nosso canal, há um vídeo muito interessante no qual abordamos com mais detalhes a possibilidade de uso das APPs e RLs. É muito importante que saibamos das peculiaridades de uso de cada uma dessas áreas. Assista a seguir e entenda um pouco mais sobre como ganhar dinheiro preservando a natureza:

3- Manejo sustentável

palmito manejo sustentável

O manejo sustentável é uma forma de ganhar dinheiro preservando a natureza. Trata-se da exploração de um recurso natural através de técnicas específicas e/ou dimensionamento da produção para que o recurso se mantenha viável ao longo do tempo. Sendo uma das formas de ganhar dinheiro preservando a natureza.

No caso da produção de madeira, por exemplo, é realizar um plano de manejo que o indique qual o volume a ser retirado da floresta por período. Sendo capaz de respeitar a estrutura da população da espécie e a manutenção de longo prazo.

Já em relação a produtos não-madeireiros, seria avaliar qual o potencial de produção anual que possibilite a renovação da produção para a próxima estação.

A não preocupação com a renovabilidade dos recursos tem resultado no aumento do número de espécies de fauna e flora ameaçadas de extinção no Brasil. Além disso, o mesmo ocorre nas respectivas listagens oficiais de uma série de Estados brasileiros que possuem legislação específica. Consulte a lista oficial da flora brasileira ameaçada de extinção!

Na Mata Atlântica, uma espécie com incrível potencial para geração de recursos em comunidades rurais é o palmito-jussara (Euterpe edulis). Trata-se de uma espécie ameaçada de extinção tanto na listagem oficial do Estado de São Paulo quanto na listagem nacional.

O palmito-jussara possui o potencial de exploração na produção do açaí (beneficiamento dos frutos coletados) e no corte dos indivíduos adultos para a produção do palmito em conserva.

Em ambos os casos, é necessário se realizar um Plano de Manejo. Assim, é possível se realizar um diagnóstico específico para a produção do palmito numa determinada área, ainda mais por se tratar de uma espécie ameaçada. Por conta disso, é necessário uma autorização especial do governo para explorá-la.

O que está descrito no Plano de Manejo?

No Plano de Manejo, então, será descrita a estrutura da população, o potencial de produção e medidas mitigatórias para a manutenção da população no médio a longo prazo. Há um programa específico no Estado de São Paulo que trata sobre o incentivo à prática. Com isso, ele se torna muit importante para quem possui esse recurso florestal em sua propriedade particular.

Produzi um vídeo sobre o assunto para que você possa entender um pouco mais sobre um plano de manejo para exploração de recursos naturais na prática! Então, assista a seguir para saber mais!

Há outras espécies com claros potenciais para o manejo sustentável. Outro exemplo para a Mata Atlântica é a Araucária (Araucaria angustifolia).

No caso do Cerrado, há uma série de espécies com potencial de uso. Muitas delas já são usadas para a produção de sorvetes, geleias, compotas e uso em pratos específicos.

São exemplos:

  • Annona coriacea (marolo);
  • Caryocar brasiliense (pequizeiro);
  • Byrsonima intermedia (murici-do-cerrado)
  • Entre outras.

As técnicas usadas na obtenção de recursos através do Manejo Sustentável têm como objetivo a diminuição dos impactos provenientes de alguma ação de exploração do local. Além disso, através de um planejamento estratégico de colheita, portanto, essas técnicas garantem a sustentabilidade da produção.

Com isso, o manejo sustentável combate as fontes de distúrbios naturais para que as florestas manejadas sejam capazes de evoluir de forma semelhante às florestas originais. Esse tipo de manejo é uma das maneiras mais eficazes de se cuidar e utilizar um ecossistema florestal, a fim de que ele produza diversos bens e permita a exploração de serviços no local, sendo uma excelente fonte de renda.

4- Compensação ambiental para ganhar dinheiro preservando a natureza

compensação

A compensação ambiental é uma das principais e mais imediatas formas de ganhar dinheiro preservando a natureza.

Ela nada mais é do que permitir que um agente (empreendedor ou produtor rural) que produziu um dano ambiental (supressão de vegetação nativa) – e/ou possui uma inadequação em sua propriedade (falta ou baixa cobertura de Reserva Legal) – faça a sua compensação ambiental em uma outra propriedade. Isso garante a preservação de um ecossistema já constituído. Ou seja, possibilita ganhar dinheiro preservando a natureza.

Portanto, quem possui excedente de vegetação pode ganhar dinheiro com isso!

Mas como você sabe se uma propriedade possui o tal excedente de vegetação?

O excedente de vegetação nativa é a área correspondente com vegetação que ocorre fora das APPs e Reserva Legal. O percentual de RL é diferente em cada um dos biomas brasileiros. No caso da Mata Atlântica, o % de RL que uma propriedade necessita possuir é de 20%. Esse valor não contabiliza as APPs.

Então, se uma propriedade possui além de 20% dentro do Bioma Mata Atlântica, ela pode oferecer esse percentual da propriedade como área passível de compensação ambiental a quem possui um dano e/ou exigência de adequação. Assim, os valores por hectare dependem muito da localização geográfica da propriedade com excedente de vegetação.

Outros casos

Esse mecanismo tem sido muito utilizado, por exemplo, no caso de produtores agrícolas que precisam realizar a adequação ambiental de suas propriedades. Com o mercado externo cada vez mais exigente quanto à procedência das commodities produzidas, eles precisam garantir ao seu consumidor que executa a produção respeitando a legislação ambiental do produto de origem.

Assim, em muitos casos, esses produtores não possuem área de Reserva Legal suficiente. Então, buscam outras propriedades com excedente de vegetação para concluir a sua adequação ambiental.

Se você possui excedente de vegetação nativa em sua propriedade, você pode se beneficiar disso economicamente!

Nosso parceiro, Flávio Ojidos, possui um Banco de Áreas Verdes! A iniciativa nada mais é do que reunir os proprietários que possuem o excedente de vegetação e desejam realizar operações comerciais com base no mecanismo de compensação ambiental. Saiba mais sobre o banco de áreas verdes e cadastre a sua propriedade!

5- Coleta de sementes e produção de mudas

Coleta de sementes e produção de mudas

Há uma ampla gama de recursos florestais não-madeireiros capazes de gerar renda a proprietários rurais.

A coleta de sementes é um dos recursos mais fáceis de se obter no campo. Assim, mercado de venda de sementes está em franco crescimento no Brasil. Afinal, há uma destinação certa… os viveiros florestais.

Ao longo do tempo, inclusive, foram desenvolvidas uma série de Rede de Sementes. Seu objetivo era auxiliar na destinação, comércio e networking entre os agentes do setor. Um exemplo é a rede de sementes do Cerrado.

A coleta de sementes é permitida fora de Unidades de Conservação. Assim, há outra possibilidade imediata de obtenção de renda a partir da floresta em pé. Há uma série de manuais que auxiliam o interessado a organizar a sua produção, desde a marcação de matrizes, até o beneficiamento e armazenamento dos propágulos (frutos/sementes) coletados.

Um dos manuais muito indicados é o da EMBRAPA, o eBook está disponível gratuitamente e pode ser obtido clicando aqui.

Caso o interesse seja pela produção de mudas, o investimento inicial no negócio será maior. Isso se dá porque haverá a necessidade de se construir uma estrutura capaz de germinar as sementes, de receber as mudas, e de destinar as mudas.

Assim, há o processo de rustificação (preparação para o o plantio). Há, ainda, o custo da mão de obra que deverá ser permanente e mais intensiva, quando comparada a de apenas desenvolver o negócio da coleta de sementes.

Conclusão

Você já conhecia as principais formas de ganhar dinheiro preservando a natureza? Então, conta pra gente a sua experiência aqui nos comentários. Também não deixe de compartilhar esse artigo com os seus amigos!

Se esse assunto for de seu interesse, sugiro que conheça o livro publicado pelo nosso parceiro, Flávio Ojidos! Ele abordou mais de 20 oportunidades de geração de recursos em Reservas Particulares, as RPPNs (Reserva Particular do Patrimônio Natural).

A valoração dos recursos naturais é uma das missões da Geonoma Florestal, a minha empresa de consultoria ambiental. Conheça o portfólio da empresa e entre em contato conosco. Tire todas as suas dúvidas em relação ao assunto desse post. Nosso e-mail é: [email protected]!

Aqui no blog do Portal eFlora, você possui uma série de outros conteúdos gratuitos sobre Restauração produtiva e conservação da biodiversidade. Oferecemos também cursos PRESENCIAIS e ONLINE sobre uma série de assuntos relacionados a Meio Ambiente através da minha empresa de cursos de extensão, a Brasil Bioma.

Quer mais conteúdo? Curta e compartilhe!

Elaborador por: Rodrigo Polisel (Instagram: @brasibioma)

Share