Dados de monitoramento do cerrado mostram aumento da devastação

Dados de monitoramento do cerrado mostram aumento da devastação
Segundo dados do Inpe, o cerrado teve 9.483 km2 de sua área devastada em 2015.
Figura 1 – Exemplar adulto de Caryocar coriaceum (pequiá) em trecho de Cerrado típico no município de Valença do Piauí, PI.

Figura 1 – Exemplar adulto de Caryocar coriaceum (pequiá) em trecho de Cerrado típico no município de Valença do Piauí, PI.

A perda maior foram nos municípios localizados no MATOPIBA. Apenas estes municípios respondem a 11% de 30 mil km2 desmatados entre 2013 e 2015.
 
A Bahia foi o Estado com maior número de municípios críticos.
Segundo a reportagem. Isto pode estar relacionado com a flexibilização do licenciamento ambiental neste Estado.
 
O cerrado continua perdendo 1% de sua área remanescente por ano.
 
Segundo dados do projeto MapBiomas, sua perda foi três vezes maior do que o da Amazônia.
 
Para saber mais, acesse a reportagem completa aqui.
Share